Futebol Feminino

Seleção brasileira busca o tricampeonato nos Jogos Pan-Americanos

A participação do futebol masculino nos Jogos Pan-Americanos acontece desde sua primeira edição, em 1951. Já a modalidade feminina disputa o torneio desde 1999, 48 anos após seu surgimento. No próximo sábado (11/07), o Brasil – maior campeão entre as mulheres – entra em campo, iniciando sua quarta participação na competição. Com duas medalhas de ouro no currículo, a seleção brasileira encara mais esse desafio como um preparatório para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

A primeira conquista do Brasil aconteceu em 2003, no torneio realizado em Santo Domingo, no México. Era a primeira vez que o Brasil participava dos Jogos. Com a participação de apenas seis seleções, o Brasil derrotou o Haiti e o Canadá pelo mesmo placar (5×0 em ambos) e passou para a fase eliminatória do Pan. Na semifinal, derrotou as “hermanas” por 2×1 e fez a final contra o Canadá, vencendo a partida também por 2×1.

O que poucos se lembram é que a seleção canadense deu muito trabalho para o Brasil na última partida. “Ganhamos bem na primeira fase, mas penamos para vencê-los na final”, relembra a ex-jogadora e capitã daquele time, Juliana Cabral. A final estava marcada para as 19h, mas uma chuva fortíssima alagou o gramado e a partida, ainda no primeiro tempo, foi interrompida e remarcada para o dia seguinte, pela manhã.

“O jogo foi duríssimo, vencemos na prorrogação com o ‘golden goal’ da Cris, que ainda era novinha e reserva daquele time. O gol mais importante daquele Pan foi a Cristiane quem fez!”

11403196_846916415390865_1557723285299588621_n

Na edição seguinte, em 2007, o Brasil voava em campo. Os Jogos foram realizados no Rio de Janeiro e o Maracanã lotado comemorou o bicampeonato conquistado pelas meninas do Brasil, de maneira invicta. A seleção brasileira vivia sua melhor fase e foi conduzida por Marta, melhor jogadora do Mundo na época.

Em seis jogos, o Brasil marcou 33 gols e não sofreu nenhum e, para coroar essa conquista, derrotou a equipe norte-americana na final por 5×0. Com mais de 60 mil espectadores no Maracanã, o Brasil goleou a equipe sub-22 dos Estados Unidos. A seleção americana não disputou o torneio com suas jogadoras titulares, mas isso não diminui a conquista de nossas jogadoras. Duas atletas americanas que foram recentemente campeãs mundiais em Toronto fizeram parte desse selecionado em 2007: Tobin Heath e Kelley O’Hara.

Naquela época, há 8 anos, a seleção já pedia atenção e apoio. “A gente nunca teve essa torcida assim, ainda mais no Brasil. Eu espero que agora, a gente não viva só de promessas, mas sim de atitudes das entidades pra fazer um campeonato organizado para as meninas que estão aqui no país pra gente viver do futebol. A gente tem talento, todo mundo está vendo isso, só falta investirem na gente!”, desabafou a jogadora Rosana, após a conquista da segunda medalha de ouro.

Brasil PAN 2007_Crédito Rafael Ribeiro CBF

Na edição de 2011, em Guadalajara, o Brasil chegou até a final pela terceira vez. Na primeira fase, derrotou a Argentina por 2×0, a Costa Rica por 2×1 e empatou com o Canadá por 0x0. Já na semifinal derrotou do México por 1 a 0 e foi para a final contra o Canadá. A revanche veio e as canadenses, vices em 2003, venceram as brasileiras nas cobranças de pênalti, após empate por 1×1 em 120 minutos de jogo.

Em 2015, a disputa será em solo canadense e as brasileiras, que já estão em Toronto, buscam o terceiro título. A atacante Marta não foi liberada pelo seu clube (Rosengard, da Suécia) e não participará do torneio por não se tratar de uma data oficial da FIFA. A equipe convocada é praticamente a mesma que disputou a Copa do Mundo, há poucos dias, no mesmo país. Entre as jogadoras mais experientes estão Érika, Cristiane, Maurine e Formiga, que aos 37 anos, será a capitã do Brasil durante o campeonato.

Formiga 2015 Creditos CBF

A seleção brasileira estreia dia 11 contra a Costa Rica, às 19h. Pelo grupo B, ainda enfrenta o Equador (dia 15) e o Canadá (dia 19).

Histórico do futebol feminino nos Jogos Pan-Americanos:

1999 – WINNIPEG (CAN)*
Ouro: Estados Unidos
Prata: México
Bronze: Costa Rica
*A seleção brasileira feminina não participou

2003 – SANTO DOMINGO (DOM)
Ouro: Brasil
Prata: Canadá
Bronze: México

2007 – RIO DE JANEIRO (BRA)
Ouro: Brasil
Prata: Estados Unidos
Bronze: Canadá

2011 – GUADALAJARA (MEX)
Ouro: Canadá
Prata: Brasil
Bronze: México