esporte, Futebol Feminino

Por que você deveria ver a final da Champions League – feminina

psg_lyon

Começou uma das semanas mais especiais para quem gosta de futebol. Já dá até para ouvir aquele sonzinho de fundo que arrepia toda vez que toca…THE CHAAAAAMPIONS….

Um jogaço nos espera no próximo sábado, quando Juventus e Real Madrid entrarão em campo para disputar a chamada orelhuda, a taça mais cobiçada pelos clubes europeus. Mas espera! Antes disso, haverá um jogo tão especial quanto – e que você tem muitos motivos para fazer questão de ver.

Será na quinta-feira, dia primeiro de junho, às 15h45 do horário brasileiro. O palco é o mesmo da final de sábado, o Cardiff City Stadium, no País de Gales. Mas quem entrará em campo dessa vez serão elas, as finalistas da Champions League feminina.

Olympique Lyonnais, conhecido como Lyon, e PSG farão um clássico francês nessa decisão que promete um jogaço. De um lado, Eugénie Le Sommer e Alex Morgan, do outro Cristiane e Formiga, e dentro das quatro linhas uma rivalidade que tem se acirrado nos últimos anos. Na final da Copa da França, as duas equipes se enfrentaram, e o Lyon levou a melhor nos pênaltis – agora, o time de Paris tentará dar o troco.

Veja por que você não pode perder esse espetáculo:

1) Um duelo cheio de rivalidade

O Lyon é cheio de tradição no futebol feminino francês e foi fundado em 1970 como um braço do masculino. Depois, em 2004, foi refundado como Olympique Lyonnais. Mas desde a década de 1990 que as mulheres do Lyon colecionam títulos na França – são 15 conquistas até agora, sendo as últimas 11 (ONZE) seguidas.

Já o PSG vive um cenário bem diferente e tenta quebrar a hegemonia das rivais Lyonnais. O time feminino do clube foi criado em 1991, mas ganhou força nos últimos anos, com a contratação de jogadoras de renome para fazer frente aos rivais franceses e europeus.

De títulos, o time de Paris tem apenas um da segunda divisão do Campeonato Francês e um da Copa da França, conquistado em 2009-10. No ano passado, já contando com a artilheira Cristiane na equipe, as parisienses enfrentaram o Lyon nas semifinais da Champions League e acabaram massacradas – 7 a 0 na ida, 1 a 0 na volta para as adversárias.

copa_da_franca

Nesta temporada, as duas equipes já se enfrentaram na final da Copa da França – um jogaço com direito a um golaço de Cristiane, mas o empate em 1 a 1 levou para os pênaltis e as Lyonnais levaram a melhor de novo.

Por tudo isso, o PSG já está com o Lyon engasgado na garganta e vai fazer de tudo para “desengasgar” nessa final. Já as Lyonnais querem manter a hegemonia e conquistar pela quarta vez – a segunda consecutiva – a tão almejada Champions League.

2) Jogo de craques

Isso é realmente o que não vai faltar no jogo de quinta-feira. A começar pela artilheiríssima Cristiane, uma atacante habilidosa e matadora que figura entre as três maiores goleadoras desta temporada na Champions e está em excelente fase. Na final da Copa da França, contra o mesmo Lyon que enfrentará na competição europeia, ela fez um golaço, mandando uma bomba de fora da área no ângulo, sem chance de defesa. Pode ter sido só o aquecimento para o que a brasileira vai fazer nesta decisão de Champions League.

cris_gol

No PSG desde 2015, o sonho de Cristiane é conseguir levantar a taça europeia para completar ainda mais seu currículo recheado de conquistas. Em grande fase por lá, ela contará ainda com a parceria de uma meio-campista muito habilidosa e experiente no futebol francês. Shirley Cruz Traña, que passou seis anos jogando exatamente no Lyon, o adversário da final, e se mudou para o PSG em 2012. Ela já ganhou duas vezes a Champions com as Lyonnais, mas agora quer repetir o feito com a equipe parisiense – e dar o troco às rivais pela eliminação do ano passado. Em oito jogos, ela fez três gols e deu três assistências – e é certamente um nome a ser observado em Cardiff.

Do outro lado, não poderíamos deixar de citar a estrela Alex Morgan, atacante americana que está no Lyon por empréstimo justamente para reforçar a equipe na Champions League. Ela chegou a se machucar durante o mata-mata (jogou apenas 4 jogos na competição), mas está de volta, pronta para ajudar as Lyonnais a conquistarem mais um título. Habilidosa para fazer gols e para servir suas companheiras, Morgan deverá ser elemento-chave para o Lyon nesse duelo.

Para jogar ao seu lado, outra craque, a “falso 9” do time, Eugénie Le Sommer. Foram oito jogos na Champions, seis gols e muita categoria da atacante do Lyon, que já coleciona títulos com a equipe onde joga desde 2010 – e promete vir sedenta para mais um em Cardiff. Se as Lyonnais querem a vitória, elas certamente precisarão muito de Le Sommer para isso.

le_sommer
Le Sommer é esperança de gols das Lyonnais

E para completar essa seleção de craques, vem aquela que merece um tópico apenas para si.

3) Formiga pode ser campeã aos 39 anos

Miraíldes Mota é um mito antológico do futebol. A jogadora que mais vezes vestiu a camisa da seleção brasileira (entre homens e mulheres), a meio-campista incansável que se multiplica dentro de campo, que serviu o Brasil por mais de 20 anos…Formiga estará com todo o seu fôlego e juventude, no auge dos seus 39 anos, disputando pela primeira vez uma final de Champions League.

Apenas esse motivo já bastaria para você não querer perder essa partida. Qualquer chance de ver Formiga em campo não pode ser desperdiçada. Ela assinou com o PSG no início desse ano e jogou os dois jogos da semi e um das quartas na Champions League – correndo como nunca, recompondo a marcação, apoiando o ataque, fazendo seu típico “tudo e mais um pouco” aos 39 anos de idade. Formiga merece nossa audiência e toda a nossa devoção nessa partida.

formiga_psg_jogo

4) Pela luta delas

Acima de qualquer coisa, vamos acompanhar essa partida pela luta delas. Pelo respeito que o futebol feminino sempre mereceu e nunca teve; pelo suor daquelas que já enfrentaram todos os adversários – dentro e fora de campo, até mesmo na família – que apareceram pela frente para poderem fazer o que mais amam; pelo fim do preconceito e do machismo; pela união de todas nós – por elas.

"FRANKFURT AM MAIN, GERMANY - MARCH 30:  A general view of the trophy prior to the UEFA Women's Champions League quarter final second leg match between 1. FFC Frankfurt and FC Rosengard at Stadion am Brentanobad on March 30, 2016 in Frankfurt am Main, Germany.  (Photo by Simon Hofmann/Getty Images)"
(Photo by Simon Hofmann/Getty Images)

O futebol feminino não conta com a mesma estrutura, com a mesma visibilidade, com o mesmo interesse que o masculino, mas aos poucos essa realidade tem começado a mudar. E a Champions League é uma competição que conseguiu dar às mulheres a chance de sonhar com um auge no futebol. Uma competição levada a sério, que evoluiu muito nos últimos anos e que vem crescendo a cada temporada, batendo recordes de público – 40 mil pessoas foram ao estádio nos dois últimos jogos de semifinais -, gerando mais e mais interesse. É preciso aplaudir esse movimento – e, mais do que isso, é preciso vivê-lo, fazer parte dele.

Acompanhar essa partida é uma forma de mostrar ao mundo que elas não estão sozinhas. Que há, sim, público querendo ver o futebol feminino. E que elas são dignas da nossa torcida (e da nossa audiência), tanto quando Juventus e Real Madrid serão no sábado e quanto qualquer outra equipe masculina é.

5) HAVERÁ TRANSMISSÃO ONLINE – e live das ~dibradoras

Sim, é real! Será possível ver a final da Champions League ao vivo aqui no Brasil pela internet – com o sinal que a própria Uefa fornecerá na Uefa TV, em seu site. O jogo começa às 15h45 (horário de Brasília) e você poderá acompanhar tudo aqui: https://www.youtube.com/uefatv

E, tanto na hora do intervalo, quanto ao final da partida, você poderá acompanhar um bate-papo com as ~dibradoras e a convidada mais que especial Aline Pellegrino – ex-capitã da seleção brasileira e atual coordenadora de futebol feminino da FPF – pelo Facebook. Falaremos sobre a partida e sobre a evolução do futebol delas nos últimos anos. É só acompanhar no facebook.com/dibradoras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *