Futebol Feminino

O ouro do futebol feminino no Pan se transforma em poema feito por Moraes Moreira

A conquista da terceira medalha de ouro do futebol feminino em Jogos Pan-Americanos pode ter passado em branco para muitos, mas não para um gênio da música popular brasileira.

O cantor e compositor baiano, Moraes Moreira, traduziu em verso e prosa a conquista das nossas meninas e seu poema foi publicado pelo jornal carioca O Globo, na edição de hoje (27 de julho).

11218208_882034618498662_8455784021004936937_n

Confira:
“Meninas do nosso Brasil”

Há muito tempo
Que certamente eu já acho
Que o futebol
Não é só coisa de macho

No masculino
Tudo é fugaz e efêmero
O nosso jogo
Agora mudou de gênero

Como é bonito 
Para aquele que já viu 
Brilhar o sol
Das meninas do Brasil 

E a CBF
Que simplesmente descarta
Impunemente
A excelência de Marta

Deixando tristes
Os seus verdadeiros fãs
E mesmo assim
Tornando-se campeãs

Não desapontam
E até de forma incomum
Podem perder
Mas nunca de sete a um

Em outros pés
Já rola o balão de couro
Lá em Toronto
Pra conquistar mais um ouro

Então pergunto
O que agora preferes?
Senão louvar
A força dessas mulheres!

Moraes Moreira, como muitos sabem, é um apaixonado por futebol e com essa homenagem deixa bem claro o quanto gosta também do futebol feminino.

Obrigada, Moraes, por usar toda sua genialidade como músico e prestar essa homenagem à essas mulheres que defendem o Brasil com muito amor, da cabeça aos pés, como diz o refrão famoso de uma outra canção sua (Dê um Role – Novos Baianos).

[Sou fã, admito].

nb
Moreira (à direita) e a família Novos Baianos: apaixonados por futebol