Futebol Feminino

Golaços e destaques individuais marcam a primeira rodada da Copa do Mundo Feminina 2015

No geral, não houve grandes surpresas nessa primeira rodada. As equipes mais experientes confirmaram sua superioridade pra cima das estreantes. Algumas das favoritas, inclusive, ainda não foram colocadas à prova, o que nos deixa com boas expectativas para as partidas da segunda rodada, que começa nessa quinta-feira (11).

Como era de se esperar, os efeitos da grama sintética foram sentidos. Jogadoras escorregando, bola prendendo no gramado e uns belos ralados pós-jogo marcaram as primeiras partidas no Canadá. No entanto, nada disso impediu que os torcedores acompanhassem partidas de altíssimo nível, com grande destaque para as inúmeras e envolventes jogadas individuais.

Por outro lado, o desgaste físico de muitas das seleções prejudicou a qualidade de alguns duelos. Considerando que essa é a primeira Copa Feminina que terá a fase de oitavas de final, fica a preocupação se as atletas conseguirão manter o ritmo até o final do torneio.

Confira abaixo a análise grupo a grupo dos resultados da primeira rodada e as expectativas para as próximas e decisivas partidas.

GRUPO A
Canáda 1×0 China
Nova Zelândia 0x1 Holanda

Por enquanto, é o grupo mais equilibrado da Copa. As donas da casa tiveram bastante dificuldade de vencer as chinesas, e só conseguiram o gol no final do segundo tempo e com um pênalti duvidoso convertido pela capitã Sinclair. Passado o nervosismo da estreia diante da propria torcida, espera-se que o Canadá mostre que tem força para não só avançar para a próxima fase, como para caminhar um pouco mais longe no torneio.

Holanda e Nova Zelândia também precisam mostrar mais futebol se quiserem chegar confiantes nas oitavas. Ambas as equipes preocuparam pelo desgaste físico apresentado no segundo tempo da partida, mesmo com a temperatura já mais amena, uma vez que o jogo começou às 19 horas. A vitória holandesa veio graças à qualidade individual de Martens, que acertou um belo chute de fora da área ainda no primeiro tempo.

Próximos jogos – 11/06 (quinta-feira)
China PR x Holanda (19h)
Canadá x Nova Zelândia (22h)

Captura de Tela 2015-06-10 às 10.46.47

GRUPO B
Noruega 4×0 Tailândia
Alemanha 10×0 Costa do Marfim

O que faltou de gols no sábado que abriu a setima edição da Copa do Mundo Feminina, sobrou no domingo. Noruega e Alemanha não tiveram nenhuma dificuldade para golear as inexperientes Tailândia e Costa do Marfim e confirmar a superioridade esperada. E mais do que isso: ambas as seleções vitoriosas apresentaram um futebol de altíssimo nível. Para além do vigor físico já conhecido das equipes europeias, que costuma traduzir-se em gols de longa distância e de bolas aéreas, as jogadoras mostraram muita habilidade individual e diversidade de recursos ofensivos com a bola nos pés. Um dos gols da Noruega inclusive relembrou as jogadas envolventes de pé em pé empreendidas pelos jogadores do Barcelona, recém-campeões da UEFA Champions League.

Logo, não há grandes dúvidas quanto a quem serão as equipes classificadas do Grupo B, mas certamente teremos muitos futuros adversários de olho no duelo de gigantes entre Alemanha e Noruega, nessa quinta-feira, no Lansdowne Stadium, em Ottawa.

Próximos jogos – 11/06 (quinta-feira)
Alemanha x Noruega (17h)
Costa do Marfim x Tailândia (20h)

Captura de Tela 2015-06-10 às 10.47.10

GRUPO C
Camarões 6×0 Equador
Japão 1×0 Suíça

Camarões ignorou o rótulo de estreante em Copas do Mundo e debutou com grande estilo em cima da equipe equatoriana. Como era de se esperar, as africanas empreenderam um jogo de altíssima velocidade, com destaque para a goleadora e aniversariante da tarde, Gaelle Enganamouit, que converteu 3 gols e ainda arrancou um expulsão da jogadora adversária. Se as camaronesas mantiverem o volume de jogo para as próximas partidas, será difícil segurar essa mistura perigosa de rapidez e objetividade.

No outro duelo do grupo, as atuais donas da taça precisaram de um pênalti para marcar o único gol da partida e conquistar os primeiros três pontos. Apesar do placar magro, a partida foi uma das mais interessantes até o momento, já que ambas as equipes mantiveram o gás até o final e apresentaram belas jogadas individuais e inúmeras chances de gol. Destaque para a brilhante camisa 10 suíça, Ramona Bachmann, que por pouco não fez um gol digno de “Melhor da Copa”.

Próximos jogos – 12/06 (sexta-feira)
Suíça x Equador (20h)
Japão x Camarões (23h)

Captura de Tela 2015-06-10 às 10.47.21

GRUPO D
Suecia 3×3 Nigeria
Estados Unidos 3×1 Australia

O Grupo da Morte fez jus ao seu título. Partidas muito difíceis para todas as equipes e poucas certezas sobre o que esperar das próximas rodadas. Do empate entre Suecia e Nigeria, as africanas ficaram com a lição de casa de acertar o sistema defensivo para conseguir a dura classificação para as oitavas, uma vez que todos os gols suecos resultaram de falhas da zaga nigeriana. Felizmente, elas tinham a craque Oshoala para comandar o forte ataque e buscar o empate muito comemorado pelo time e pela empolgada torcida.

No jogo da noite, as americanas começaram decepcionando pela falta de jogadas e oportunidades de gol. No entanto, mais uma vez, o vigor físico diferenciado levou a bi-campeãs mundiais a vencerem a partida no segundo tempo, quando as australianas já não tinham mais pernas para passar do meio de campo. Ou seja, Wambach e cia terão de evoluir muito, já que as próximas adversárias não mostraram ser do tipo que jogam apenas 45 minutos.

Próximos jogos – 12/06 (sexta-feira)
Australia x Nigeria (18h)
Estados Unidos x Suecia (21h)

Captura de Tela 2015-06-10 às 10.47.34

GRUPO E 
Espanha 1×1 Costa Rica
Brasil 2×0 Coreia do Sul

Apesar de a atacante costarriquenha ter sido eleita a melhor jogadora da partida, quem realmente fez a diferença para garantir que a Costa Rica segurasse o empate até o final foi a goleira Dinnia Diaz. Bermudez, Losada e Boquete dividiam o brilho no ataque espanhol, com habilidade, jogadas de linha de fundo e chutes de fora da área. No entanto, nenhum dos recursos foi suficiente e a Espanha saiu de campo triste e preocupada, já que teoricamente essa era a partida mais fácil que elas encontrariam na primeira fase.

O Brasil entrou um campo com metade do time fazendo sua estreia em Copas do Mundo, mas mesmo as novatas mostraram muita frieza para segurar a ansiedade e conter as tentativas de avanço das coreanas. Pouco se viu da tão esperada Ji “Messi”, e o destaque ficou para as seguidas subidas ofensivas da latera Fabiana e para o domínio absoluto do meio e campo empreendido pela eleita jogadora da partida, a veterana Formiga. Além da importante vitória na estreia, as brasileiras ainda bateram dois recordes na partida: Formiga é agora a jogadora mais velha a marcar um gol em Copas, e Marta é a maior artilheira da história do Mundial, com 15 gols.

Próximos jogos – 13/06 (sábado)
Brasil x Espanha (17h)
Coreia do Sul x Costa Rica (20h)

Captura de Tela 2015-06-10 às 10.47.48

GRUPO F
França 1×0 Inglaterra
Colômbia 1×1 México

França e Inglaterra fizeram a típica partida “chata”. As equipes pareciam estar se estudando durante todo o jogo, e as disputas de bola no meio campo predominaram sobre as poucas chances de gol. Pra piorar, a chuva e o vento contribuíram para que as poucas tentativas ofensivas não levassem perigo para as goleiras. Quem esperava ver a craque francesa Necib brilhando, terá de esperar pelas próximas partidas.

O vento continuava forte em Moncton quando o México iniciou seus perigosos avanços contra a bem postada defesa colombiana. Não demorou muito para as mexicanas abrirem o placar, mas a Colômbia segurou firme e buscou o gol constantemente. Um gol anulado pra cada lado, bolas na trave e, finalmente, a colombiana Montoya acertou um lindo chute de fora da área para empatar a partida. Sorte nossa, que veremos jogos ainda mais disputados nesse grupo F.

Próximos jogos – 13/06 (sábado)
França x Colômbia (14h)
Inglaterra x México (17h)

Captura de Tela 2015-06-10 às 10.48.00

Todos os gols e melhores momentos das partidas podem ser assistidos no site oficial do campeonato.

Fontes: site FIFA Women’s World Cup / CBF / espnW