Futebol Feminino

“A camisa não será comercializada no modelo feminino”. Até quando?

corinthians_montagem_camisa

Quantas vezes ainda teremos que ouvir isso? Quantas vezes precisaremos IMPLORAR para que os clubes façam uma camisa do nosso tamanho, com as cores oficiais do nosso time, do jeitinho que os nossos ídolos as vestem em campo? Quantas vezes ainda precisaremos lembrá-los que SIM, MULHERES TAMBÉM TORCEM. E elas não gostam (só) de camisa rosa, elas gostam de vestir a camisa oficial do time para o qual torcem.

O SC Corinthians Paulista fez uma camisa comemorativa dos 40 anos do fim da fila, em 1977. Mas não vai ter modelo feminino. Aqui, um abaixo-assinado organizado pelas torcedoras que querem apenas a chance – a mesma que os homens terão – de comprar uma camisa do seu time do coração. Assine e compartilhe se você já passou por isso.

Leia mais: Por que os clubes de futebol ainda ‘ignoram’ o público feminino?

Texto de Ana Clara Leite*

O Sport Club Corinthians e a Nike lançaram uma bela camisa II do time em homenagem a 77, mas as camisas não serão comercializadas em modelo feminino, sob a alegação de que “não há demanda”. Segundo dados do Ibope de 2015, 52% da torcida do Corinthians é composta por mulheres.

Não é de hoje que o Corinthians e a Nike ignoram nós, torcedoras. No site de vendas oficial ou nas lojas, são pouquíssimos os modelos femininos (quando tem) e nem todos os tamanhos estão disponíveis. Nós mulheres estamos constantemente lutando pelo nosso espaço, inclusive no futebol, seja em campo ou nas torcidas nos estádios.

Mais do que um tamanho de camisa, esta é uma questão de representatividade num esporte historicamente machista. Nós, torcedoras, estamos cansadas de sermos ignoradas pelos clubes de futebol e suas lojas parceiras.

Um dos motivos da demanda ser pequena é porque há anos somos ignoradas e temos pouca oferta de produtos. Não é incomum que nós desistamos de comprar por falta de opção ou acabamos levando modelos infantis ou masculinos para casa. Pagamos os mesmo ingressos caros nos jogos do time. Cantamos e torcemos do mesmo jeito.

É inadmissível que em pleno 2017 um time do tamanho do Corinthians e sua parceira Nike ignorem as suas torcedoras ao lançarem seus produtos. Ei, Nike e SC Corinthians, nós torcedoras existimos e consumimos futebol. Nos respeitem. #RespeitaAsTorcedorasNike #RespeitaAsTorcedorasCorinthians

2 Comments

  1. Conversei sobre esse assunto com minha namorada. O machismo ainda é intrínseco com menos opções pra mulheres seja qual seja a marca ou o time, o que já é um erro. Maior ainda no sentido mercadológico, já que não são simplesmente duas camisas de temporadas normais, a dois carrega um peso emocional maior ainda por conta da história de 77, obviamente a demanda da torcida inteira, tanto homens quanto mulheres, seria maior. O erro (somado ao intrínseco) foi tirar por media as camisas 1 e 2 de temporadas corriqueiras, e achar que esse tipo de média supriria uma semana especial (a camisa histórica de 77 em uma final repetida ainda por cima)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *